O Que é Despersonalização e Desrealização?

Publicado por
Tuesday, July 23, 2019

A despersonalização caracteriza-se pela experiência (episódios) persistente ou recorrentes de sentir-se separado do próprio corpo, dos processos mentais ou do local onde está (por exemplo, sentir-se como se estivesse em um sonho ou como se estivesse se vendo como um observador externo).

No caso da despersonalização, o indivíduo pode se sentir separado de todo o seu ser (por exemplo, “eu não sou ninguém”, “não tenho um eu”). A pessoa pode também pode se sentir subjetivamente separado ou a parte de aspectos do seu próprio eu, incluindo sentimentos (por exemplo, hipomenemicidade: “Eu sei que tenho sentimentos, mas não os sinto”), pensamentos (por exemplo, “Meus pensamentos não parecem própria ”,“ cabeça cheia de algodão ”), corpo inteiro ou partes do corpo, ou sensações (por exemplo, tato, propriocepção, fome, sede, libido). Também pode haver um senso de agência diminuído (por exemplo, sentir-se robótico, como um autômato; falta de controle da fala ou dos movimentos).

A Desrealização

Os episódios de desrealização tem como característica a experiência de sentimentos de irrealidade ou de estar à parte do mundo ou ou falta de familiaridade para com o meio externo ou para com os indivíduos, objetos inanimados ou todos os ambientes. O indivíduo pode ter a sensação de estar em um nevoeiro, sonho ou bolha, ou como se houvesse um véu ou uma parede de vidro entre o indivíduo e o mundo ao redor. O entorno pode ser experimentado como artificial, incolor ou sem vida.

A desrealização é comumente acompanhada de distorções visuais subjetivas, como nebulosidade, acuidade acentuada, campo visual ampliado ou estreito, bidimensionalidade ou planicidade, tridimensionalidade exagerada ou distância ou tamanho alterados de objetos, denominados macrópsia ou micropsia.

Durante a experiência de despersonalização ou desrealização, a pessoa permanece um pouco em contato com a realidade atual.

A despersonalização causa sofrimento ou prejuízo clinicamente significativo em áreas sociais, ocupacionais ou outras áreas importantes de funcionamento.

A experiência de despersonalização não ocorre exclusivamente durante o curso de outro transtorno mental, como esquizofrenia, transtorno de pânico, transtorno de estresse agudo ou outro transtorno dissociativo, e não se deve aos efeitos fisiológicos diretos de uma substância (por exemplo, uma droga de abuso). , um medicamento) ou uma condição médica geral (por exemplo, epilepsia do lobo temporal).

Despersonalização no DSM-V

Código de diagnóstico do Transtorno de Despersonalização no DSM-V é o 300.6.

Despersonalização na CID-10

O Critérios Diagnósticos para o Transtorno de Despersonalização na CID-10 (código F48.1) são:

  • A. Experiências persistentes ou recorrentes de sentir-se desligado de si próprio e de como se o indivíduo fosse um observador externo dos próprios processos mentais ou do próprio corpo (por ex., sentir-se como em um sonho).
  • B. Durante a experiência de despersonalização, o teste de realidade permanece intacto.
  • C. A despersonalização causa sofrimento clinicamente significativo ou prejuízo no funcionamento social ou ocupacional ou em outras áreas importantes da vida do indivíduo.
  • D. A experiência de despersonalização não ocorre exclusivamente durante o curso de outro transtorno mental, como Esquizofrenia, Transtorno de Pânico, Transtorno de Estresse Agudo ou outro Transtorno Dissociativo, nem se deve aos efeitos fisiológicos diretos de uma substância (por ex., droga de abuso, medicamento) ou de uma condição médica geral (por ex., epilepsia do lobo temporal).

Referências: 

PsiqWeb: http://www.psiqweb.med.br/site/DefaultLimpo.aspx?area=ES/VerClassificacoes&idZClassificacoes=165

 

Este artigo tem
0 pontos
Dê uma nota
1 2 3 4 5
thumb_up
Eu recomendo
thumb_up
Você recomendou
report_problem
Reportar

Você reportou
Motivos
Cancelar
0 comentários
Psikke:
Psikke: Compartilhe seus conhecimentos com a comunidade